Crise de fibromialgia é debilitante e pode deixar a pessoa de cama

Descubra o que é uma crise e como evita-la

É muito comum ouvirmos a frase “entrei em crise” entre os portadores de fibromialgia. As crises são os momentos mais difíceis e que mais causam medo a quem convive com essa condição.

A fibromialgia é uma síndrome que manifesta dor crônica e generalizada em seus portadores, além de fadiga, distúrbios de sono e outras comorbidades. Um fato curioso sobre a doença é a forma como ela pode manifestar seus sintomas: através de crises.

Uma crise de fibromialgia nada mais é do que um período de exacerbação dos sintomas, ou seja, momentos em que a dor e a fadiga, principalmente, podem estar mais intensas. Outros sintomas também podem se agravar nesses períodos, como o fibro fog (dificuldades de concentração e problemas de memória), distúrbios intestinais e insônia.

Esses períodos variam de dias a meses, e podem deixar a pessoa extremamente debilitada, sem capacidade de fazer suas atividades rotineiras da maneira que está acostumada. 

Veja também o artigo sobre a convivência com a fibromialgia

É essencial para o portador de fibromialgia e pessoas que convivem com ele compreender essa questão e ter a consciência desses períodos em que a pessoa pode apresentar maior dificuldade para lidar com a síndrome.

Nesse “Fibrodesabafo” no meu canal eu conto um pouco sobre uma das piores crises que tive:
Além disso, o próprio portador precisa desenvolver essa consciência para amenizar o impacto emocional desses períodos, evitando (ou controlando) frustrações, sentimento de culpa, de derrota e até mesmo estados depressivos.

Alguns fatores, como a sobrecarga física ou emocional, podem desencadear uma crise. Entretanto, esse mecanismo ainda não é totalmente esclarecido.

Portanto, conhecer seu corpo e principalmente seus limites é fundamental para um auto manejo eficiente, possibilitando, assim, uma vida com mais qualidade apesar da fibromialgia. Aqui vão algumas dicas:

- Evite fazer esforços físicos muito acima do que você está acostumado
- Quando tiver um compromisso muito diferente da sua rotina, faça um planejamento antes
- Procure ter boas noites de sono
- Mantenha um trabalho de autoconhecimento e terapia emocional para gerenciar suas emoções
- Evite viver em alerta e alivie o medo
- Respeite seus limites! Se precisar parar, descansar, desistir, faça isso!

Sua saúde e seu bem estar valem ouro. O resto é irrelevante!

Inscreva-se aqui e receba todas as novidades sobre fibromialgia!