Sintomas incomuns da fibromialgia

Nem tudo está relacionado à síndrome

Talvez você já saiba que a fibromialgia é uma síndrome que causa dor crônica generalizada. O que você pode não saber é que, junto com ela, existe uma grande série de outros sintomas que não tem nada a ver com a dor.

Damos a ela o nome de síndrome, e não de doença, exatamente por se tratar de uma condição clínica que apresenta um conjunto de sintomas. O termo “crônica” se deve ao fato desses sintomas serem persistentes, ou seja, eles permanecem por longos períodos. Por fim, dizemos dor difusa ou generalizada devido ao fato de não haver lesão ou dor pontual – todas as estruturas do corpo podem ser afetadas.

Antes de falar dos sintomas especificamente, vamos apenas relembrar que a fibromialgia ainda não tem uma causa definida, e, portanto, ainda não existe cura. Entretanto, existem diversos tratamentos que auxiliam no controle dos sintomas. Ela não também não é uma doença inflamatória, e não causa danos aos tecidos.

Veja aqui o artigo sobre tratamento da fibromialgia

Os sintomas mais comuns da síndrome são:
– Dor crônica difusa (praticamente 100% dos pacientes)
– Fadiga: nem sempre acompanhada de sonolência, e que não costuma melhorar com o descanso
– Insônia, sono com interrupções e outros distúrbios de sono
– Sensibilidade ao toque: até um abraço pode ser dolorido
– Dores articulares
– Enxaquecas e dores de cabeça comuns
– Síndrome do cólon irritável: alternância entre constipação e diarreia, cólicas, inchaço, má digestão
– Fibro fog: confusão mental, problemas de concentração e de memória
– Ansiedade e depressão: não é uma regra, mas até 50% dos pacientes podem apresentar esses sintomas

Esses são sintomas mais frequentes, que grande parte dos pacientes (inclusive eu!) costumam apresentar. Como se não bastasse, existem ainda alguns outros sintomas que têm sido relatados por portadores da fibromialgia:

– Síndrome das pernas inquietas
– Formigamento das extremidades ou sensação de dormência
– Câimbras: principalmente nas pernas
– Zumbido no ouvido
– Alterações na pele
– Irritabilidade emocional e nervosismo
– Tonturas

É importante ressaltar, porém, que nem todo sintoma está necessariamente relacionado à fibromialgia. Portanto, é fundamental manter uma boa comunicação com seu médico ou o profissional que acompanha seu tratamento, para evitar que sintomas importantes sejam ignorados.

Algumas condições, como por exemplo o hipotireoidismo, também são frequentes. Mas atenção! Como falei acima, nem tudo está relacionado à fibromialgia. Já sabemos que a fibromialgia é uma síndrome que acomete principalmente mulheres, assim como o hipotireoidismo, portanto, pode ser simplesmente uma questão de “coincidência” estatística.

Ainda há muito que se estudar sobre essa condição. Portanto, busque sempre informação de fontes confiáveis e profissionais competentes.

Veja abaixo o vídeo sobre sintomas incomuns da fibromialgia:
Inscreva-se aqui e receba todas as novidades sobre fibromialgia!