Quem tem fibromialgia é mais sensível que o normal?

Entenda a relação entre fibromialgia e sensibilidade

Hoje vamos falar sobre um mito que eu, particularmente, acho um dos mais importantes: achar que pessoas com fibromialgia são sensíveis demais e têm a doença por serem fracas. Para tudo!

Isso me lembra muito o que pessoas com doenças psiquiátricas, como depressão e ansiedade, também sofrem. Vamos relembrar o que escrevi no artigo sobre fibromialgia e depressão – “Não é necessário um motivo para ter depressão. Frequentemente, pessoas com depressão são julgadas por não terem “justificativa” para terem a doença, mas isso não faz sentido nenhum. É como, por exemplo, culpar alguém por ter desenvolvido artrite reumatoide”.
Muita gente acredita que as pessoas têm depressão porque não tiveram forças para lidar com os problemas da vida. Isso não poderia estar mais errado. Assim como a fibromialgia, ela é uma doença real com causas, sintomas e consequências físicas, e nada tem a ver com fraqueza, frescura ou sensibilidade.

No caso da pessoa com fibromialgia, vamos imaginar? Dor 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ninguém acredita em você, às vezes até mesmo você duvida. O que está acontecendo? Dói tudo. O cansaço é enorme, tem dias que é difícil levantar da cama. Além disso, insônia, problemas intestinais, olho seco, dores articulares, enxaquecas. Por que isso está acontecendo comigo? Você tenta tratamentos diversos, já tentou de tudo, mas nada parece surtir efeito. Os sintomas melhoram, mas de repente você está de novo no fundo do poço. Será que não tem solução? Eu vou ter que viver assim para o resto da minha vida?

Já estamos cansados de falar e de ouvir que a fibromialgia é uma doença incompreendida. Mas é porque ela é mesmo! Se é difícil para quem convive com alguém que tem dor o tempo inteiro, imagina para quem de fato sente isso na pele? Não se sentir compreendido faz a pessoa se sentir muito mal, e ela sente que o tempo inteiro está sendo julgada, acusada e mal interpretada.

Veja também o artigo sobre fibromialgia: uma doença real

Por ser uma “doença invisível”, a situação fica mais complicada ainda. É como se eu precisasse provar que estou sentindo dor, e para isso (já que ninguém consegue ver, porque não tenho alterações físicas visíveis), a única coisa me resta é falar sobre ela. A pessoa que tem fibromialgia não é sensível, e nem reclamona. Ela só está fazendo um pedido: olhe para mim. Veja. Compreenda. Aceite.

Então seja mais gentil com quem está ao seu redor. Seja mais gentil com você mesmo. Você não sabe o que se passa por trás de todas essas máscaras.
Inscreva-se aqui e receba todas as novidades sobre fibromialgia!